Jornalistas do “Viaje por conta” compartilham relato sobre passagem por Gramado e Canela

Responsáveis pelo Viaje por conta, os jornalistas Fábio Trindade da Silveira e Tiago Stachetti escolheram Gramado e Canela para um roteiro de 8 dias, realizado com apoio do Convention Gramado e Canela (que agilizou os contatos com os espaços), das secretarias de Turismo dos municípios e da APASG – Associação de Parques e Atrações da Serra Gaúcha. A estadia foi dividida em 4 dias em Canela e 4 dias em Gramado, o que permitiu a eles fazer coisas exclusivas e individuais.

Confira o relato que eles compartilharam conosco sobre a experiência!

Estamos visitando a região, Gramado e Canela, com as devidas limitações por conta da bandeira vermelha. Apesar disso, conseguimos tirar proveito das atrações de uma forma única, proveitosa. Vimos muito controle, tudo preparado: álcool gel em todos os lugares, as pessoas de máscara, medição de temperatura, controle de público para ter um número máximo de participantes. Apesar da fila, as pessoas mantinham o distanciamento, eram frequentemente lembradas pelos estabelecimentos, o que mostra que as cidades estão extremamente preparadas. É possível aproveitar a cidade, ela está organizada, e por isso nos sentimos seguros visitando os atrativos.

E mais do que isso, percebemos o quanto as cidades continuam evoluindo, aquela sensação de que quanto mais as pessoas vierem para cá, mais coisas terão para ver e fazer. Cada vez mais tem atrações novas e, mesmo as pessoas que já visitaram, podem conhecer outros empreendimentos. Sempre há novos atrativos para as pessoas voltarem cada vez mais.

Sobre a gastronomia… Quando postamos que estávamos na região, recebemos várias mensagens com indicações de lugares para conhecer, coisas para fazer, mas principalmente, lugares para comer. A gastronomia da região fica marcada na lembrança das pessoas. Todo mundo que vem até aqui tem uma experiência gastronômica que leva para a vida e, quando vê que alguém está aqui, faz questão de indicar. Isso mostra que foi uma experiência única e marcante para a pessoa. Sem falar da variedade, que nos impressionou. As indicações que chegaram foram de adegas, pizzarias, fondues, cafés coloniais, restaurantes, bares. Cada pessoa tem o seu tipo favorito de experiência, mas o ponto principal para todas as pessoas é que a experiência foi muito marcante.

Nesses dias pudemos experimentar algumas dessas sugestões e, realmente, a marca que a gastronomia local deixa nas pessoas faz jus. Ficamos impressionados com a qualidade e a variedade dos produtos que são oferecidos. Podemos até dizer que a gastronomia é tão importante quanto as demais atrações da cidade. Muita gente vem para a região justamente para provar tudo isso, essas refeições que você saboreia e curte cada pedaço, com uma apresentação sempre impecável, de muito cuidado. 

Com certeza, um dos pontos fortes da experiência foi a gastronomia. A impressão é que os restaurantes estão preocupados em oferecer ao turista uma experiência completa. Já fomos em vários restaurantes temáticos ao redor do mundo e muitas vezes o que a gente percebe é que o ambiente pode ser maravilhoso, mas a refeição deixa a desejar, o que não aconteceu em Gramado e Canela. Só tivemos experiências completas e isso foi bem significativo.

Sobre a hotelaria… Como em todo o lugar do mundo que recebe muito público, Canela e Gramado perceberam que não adianta só ter um lugar legal para as pessoas se hospedarem, porque a concorrência é enorme e sempre tem alguém fazendo algo melhor do que você. Está claro que os empresários sabem disso e todo lugar tem um diferencial, especialmente nesses tempos em que cada um está usando da criatividade para conseguir se mostrar o mais preparado possível para receber o turista. Ficamos hospedados no Grande Hotel Canela, que é um lugar super agradável, com muita natureza, e cuja estrutura foi reformulada. Como é muito grande e recebe muita gente, mudou para que as pessoas se sintam seguras, incluindo a forma de oferecer o café, o jeito de interagir nos lugares comuns, a suspensão de algumas atividades, como a piscina. A gente percebeu que, apesar do requinte, que é super tradicional aqui, do luxo, de ser um lugar super aconchegante, os hotéis realmente estão mostrando que eles estão preparados para receber os turistas neste momento. Porque quem não tiver, não vai receber, pois as pessoas estão preocupadas com isso. E a gente sentiu isso tanto em Canela e agora em Gramado, no Wood, que atende com outra política, adaptando-se ao contexto. Em termos de qualidade, a hotelaria preza pelo aconchego, pela beleza e hospitalidade, a partir do momento que você chega neles. Sentimos a criatividade na postura adotada para receber o turista, o que é muito legal. 

Pretendemos retornar, com certeza, pois a região é muito rica e, obviamente, não há como conhecer tudo em uma primeira visita. Vamos ficar 8 dias e não vamos conseguir fazer tudo, mas o que vivemos já é muito bacana. Recebemos muitas recomendações dos nossos seguidores e agora vamos recomendar também. Sempre nos disseram que precisávamos conhecer Gramado, Canela. E agora vimos e adoramos!

Compartilhe: http://gramadoecanelaconventionbureau


Warning: call_user_func_array() expects parameter 1 to be a valid callback, function 'my_plugin_comment_template' not found or invalid function name in /home/conventionbureau/www/wp-includes/class-wp-hook.php on line 287

Deixe o seu comentário!

Seu endereço de e-mail não será publicado.